Runtime Alerts

A tela Runtime Alerts exibe a lista de alertas configurados a partir do monitoramento de APIs e permite a configuração de novos alertas.

runtime alerts
Veja mais sobre a criação de novos alertas na próxima página.

Listagem de alertas

A lista de alertas traz informações a partir das seguintes colunas:

  • CLASS, que exibe a classificação de cada alerta por meio de um ícone.

  • NAME, com o nome do alerta.

  • TYPE, informando seu tipo (ou seja, a categoria de parâmetros a ser monitorada). Opções: Total Calls (total de chamadas), Availability (disponibilidade), Latency (latência) e HTTP Response Status (códigos de estado de respostas HTTP).

  • ACTIONS, incluindo os ícones que representam os canais usados para enviar a notificação.

  • LAST UPDATE, informando data e horário da última atualização nas configurações.

  • ENABLED, que traz um botão para habilitar e desabilitar notificações para o alerta facilmente.

  • OPTIONS, com o ícone icon clone para clonar o alerta.

A lista pode ser ordenada de forma crescente ou decrescente por data da última atualização, por meio do campo Sort.

Ao clicar no botão FILTERS, é possível filtrar os alertas existentes pelos seguintes campos:

  • Classification: classificação do alerta (ou seja, o nível de criticidade), que pode ser Neutral (neutro), Success (sucesso), Warning (atenção) ou Critical (crítico);

  • Notification Type: tipo de notificação, que pode ser Total Calls, Availability, Latency ou HTTP Response Status;

  • Action: ação de notificação configurada para suceder o disparo de um alerta: E-mail, Webhook ou Slack;

  • Status: estado, que pode ser habilitado (Enabled) ou desabilitado (Disabled);

  • Tags: etiquetas opcionais adicionadas aos alertas durante sua criação ou edição para categorizá-los.

runtime alerts filters
Campos de filtragem para encontrar alertas facilmente

Desabilitando e habilitando alertas

Alertas recém-criados têm suas notificações habilitadas por padrão. Entretanto, é possível rapidamente desabilitar ou habilitar uma notificação por meio da coluna ENABLED da listagem de alertas configurados. Notificações habilitadas terão ícones coloridos, enquanto as desabilitadas terão ícones cinzas:

flex enable

Alertas com notificações desabilitadas continuarão a aparecer na lista de alertas configurados e poderão ser habilitados novamente.

Clonando alertas

Para facilitar a criação de alertas, você pode clonar qualquer um já configurado (com notificações habilitadas ou não) clicando no ícone icon clone na coluna OPTIONS da lista de Runtime Alerts. Você será levado à tela de configuração do novo alerta, em que todas os campos estarão preenchidos com as informações do alerta clonado.

Para tornar a identificação mais fácil, ao nome do clone será adicionado o sufixo "- Copy", mas você pode editá-lo, bem como modificar quaisquer outros campos que quiser, antes de salvar o novo alerta.

O novo alerta será criado como se o fluxo tivesse sido iniciado do zero. Isso significa que o destinatário do alerta deverá autorizar a subscrição via email de confirmação, mesmo que seja o mesmo destinatário do alerta que foi clonado. Ver sobre a confirmação de destinatários aqui.

Overview de um alerta

Ao clicar sobre um alerta na listagem de Runtime Alerts, você é direcionado à página de visão geral (overview) do alerta:

runtime alerts overview

A tela exibe a mensagem padrão enviada quando um alerta é disparado e dados específicos de cadastro:

  • Schedule: agendamento de checagem dos parâmetros monitorados.

  • Compare with Past Period: se o alerta for baseado em comparação com um período passado, será informado o período de comparação.

  • Silent Interval: se o alerta estiver silenciado temporariamente, será informado o período de silêncio.

As informações acima são cadastradas no processo de registro de um novo alerta. Você pode ler mais sobre isso aqui.

Nesta tela, também é possível editar os parâmetros do evento que disparará o alerta clicando no botão EDIT EVENT, excluir o alerta através do ícone icon delete e habilitar/desabilitar o alerta através do botão Enabled.

Além disso, a tela também exibe o quadro ACTIONS, que contém os canais de notificação, com detalhes (ícone: icon more), opção de adicionar uma ação se ela não houver sido configurada (icon add), editá-la (icon edit) ou removê-la (icon delete).

No caso da ação E-mail, é possível ver os destinatários cadastrados e a mensagem personalizada (se houver sido incluída). Caso um destinatário não tenha autorizado o recebimento de notificações, é possível reenviar um email de confirmação. Para fazer isso, clique em icon edit em E-mail e, na tela de edição, clique em icon new email:
actions email

Editando alertas

Para editar as informações básicas de um alerta (isso é, as condições de monitoramento que farão disparar uma notificação), vá até a tela de visão geral do alerta, clicando sobre o alerta na lista de Runtime Alerts. Então, clique no botão EDIT EVENT. Você será direcionado a uma página como a de configuração de novos alertas e poderá fazer as alterações que desejar. A única informação que não pode ser alterada é o tipo de notificação (ou seja, o tipo de parâmetro de API monitorado). Nesse caso, você pode excluir o alerta e criar um novo para o tipo de notificação desejado.

Se as tags de um alerta forem editadas, será possível utilizar as novas tags imediatamente para buscas na tela Runtime Alerts, mas nas buscas da tela Triggered Alerts valem as tags que estavam ativas quando o alerta foi disparado. Se você acabou de incluir uma tag nova, por exemplo, ela só retornará resultados de busca em Triggered Alerts na próxima vez que o alerta editado for disparado.

Para editar as ações tomadas a partir do disparo de um alerta (ou seja, os meios utilizados para envio de notificações), interaja com os itens do quadro Actions, como o do exemplo abaixo:

runtime alerts overview
  • Ações já configuradas podem ser editadas por meio do ícone icon edit.

  • Ações ainda não configuradas podem ser adicionadas por meio do ícone icon add.

  • Ações podem ser excluídas por meio do ícone icon delete.

    Todo alerta deve conter ao menos uma ação de notificação. Por isso, se somente houver uma ação configurada, não existirá ícone de remoção para ela:
    actions overview

Removendo alertas

Para excluir um alerta, vá até a tela de visão geral do alerta, clicando sobre o alerta na lista de Runtime Alerts. Então, clique no ícone icon delete.

Quando se exclui um alerta, ele é removido da lista de alertas existentes. Se quiser apenas desabilitar as notificações de um alerta por tempo indeterminado, você pode usar os botões de habilitação/desabilitação na coluna ENABLED da página Runtime Alerts. Um alerta desabilitado permanecerá na lista de cadastrados e pode ser habilitado novamente a qualquer momento.
Thanks for your feedback!
EDIT
How useful was this article to you?